domingo, 2 de dezembro de 2012

Da Escuridão Nasce a Inspiração #5

Naquele fim de Sábado, peguei no carro e fiz-me ao caminho.
Aquele alcatrão que, durante anos, pisei acompanhado.
O breu, do céu, reflectia na minha memória o passado longínquo e esquecido, o presente incerto e constante e, em pequenos momentos, o futuro sem perspectivas.
No meio de um turbilhão de pensamentos, uma certeza: estava só!

30 comentários:

  1. Mas que sensível...gostei...mas trocaste de paixão?
    Isso também é bom para não enjoar, beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha paixão não se troca...mas, por vezes, é insuficente...

      Jocas

      Eliminar
  2. É uma pena, porque a solidão não é boa conselheira!!!

    ResponderEliminar
  3. Também faz parte andar só, mas claro que acompanhado com quem gostamos é bem diferente :)
    O passado já lá vai, agora é pensar no presente :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. São os chamados "momentos de introspecção" :)

    E por vezes estar só, não significa sentir-se só.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade...naquele momento estava e sentia-me só...

      Eliminar
  5. belo texto

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Nostalgia do passado...
    Acontece quando existe algo mal resolvido!
    Lamento...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O passado está resolvido...o que me deixa atormentado é o presente (e já nem falo do futuro)...

      Eliminar
  7. O sentimento de estar "só". Também conheço. E é dos piores.

    Gostei muito, mesmo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com o passar do tempo, pensava estar habituado, mas parece-me que a coisa tende a piorar...

      :)

      Eliminar
    2. não me digas isso... só pode melhorar, sim? ;)

      Eliminar
  8. Ora esta é boa. Claro que tinhas de estar só. Trocaste o teu amor por um simples carro, querias o quê?! pffff ;p

    (gostei do texto ;) )

    ResponderEliminar
  9. A solidão faz parte do nosso caminho. Não lamentes, há-de ser-te útil no futuro, e no presente é uma boa oportunidade para pores a tua cabeça em ordem e a leitura em dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu trajecto já tem kms...de maneira que começo a ficar sem sola nos sapatos...

      Eliminar
  10. Conheço esses teu trilhos e olhares ( o alcatrão e o céu). Os teus textos sucintos chegam a ser cortantes, mas reais mesmo para quem está deste lado.
    O teu presente é resultado de um passado, mas de certeza que é o melhor alicerce para o que te espera.
    Parabéns!
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Por vezes eu própria prefiro a solidão à confusão de pessoas e palavras...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também, mas há momentos em que a solidão se torna um sacrilégio.

      Eliminar
  12. e tem dias que eu sinto falta do abraço e dos momentos mais banais mas tão prazeirosos como andar de mão dada....ou estar enroscada no sofá...ou por aí...
    e tenho outras...tantas...mesmo MUITAS em que digo...
    xiça...já não tenho paciencia para ter alguem no meu espaço :)
    bjos inspirados

    ResponderEliminar