quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Acreditar VS Medo: contraditório?

No amontoado de dúvidas, tento que as certezas dos sinais me acalmem.
Tento alinhar as respostas às interrogações, mas, de quando em vez, aparece uma vírgula em vez de um ponto final, para que possa prosseguir noutro parágrafo.
Não gosto de viver na incerteza, não gosto de viver na insegurança, não gosto de viver na desconfiança.

Quando quero e amo, dou-me de forma plena a quem desejo.
Quando o meu coração sente, abre-se, dá-se, acarinha, acelera, respeita quem desejo.
Tudo o que está à minha volta passa para segundo plano e evito aproximações que coloquem em dúvida aquilo que sinto pelo outro que amo e desejo.
Tento a diferença nos pequenos pormenores, porque entendo serem estes que nos fazem acreditar que cada vez mais é possível.
Mas, por vezes, sinto e pressinto o que não devia.

Apesar de me ter tornado um descrente, ainda acredito no amor.
Não tenho medo de perder, mas apenas de sofrer.
Não tenho medo de dar, mas apenas de não receber.
Não tenho medo de amar, mas apenas de não ser amado.
Não tenho medo da verdade, mas apenas da mentira.

30 comentários:

  1. Sem medo, sem medos. Atira-te à felicidade :)

    ResponderEliminar
  2. Contraditório? Não, apenas humano.
    Um dia a incerteza e o medo vão desaparecer e vai valer a pena acreditar!


    jinhosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que vale a pena, sim!!! :)

      Joquiiiinhas

      Eliminar
  3. "Tudo o que está à minha volta passa para segundo plano e evito aproximações que coloquem em dúvida aquilo que sinto pelo outro que amo e desejo."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Essencial numa relação e chama-se: confiança!!!

      Eliminar
  4. Amar é por vezes assim, queremos que seja, mas temos medo que não seja... let it flow, mais vale arriscar que ficar a pensar no que poderia ter sido.
    Obrigada por mostrares que há homens que sabem o que é amar.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, os medos devem servir de alertas, mas não devem ser impeditivos de arriscar...
      :)

      Beijinhos

      Eliminar
  5. O medo que sentes é uma defesa pessoal, isso é bom e é normal.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Olá ND!
    Não vislumbro no teu texto o contraditório. Vejo sim maturidade, honestidade e a vontade de viver em paz e com paz e proporcionar um bem - estar a quem te rodeia, seja em versão amor ou outra qualquer.
    Mas em relação ao tal contraditório deixo-te uma citação, que acho, ser da autoria de Dalí.

    "É preciso provocar sistematicamente confusão. Isso promove a criatividade. Tudo aquilo que é contraditório gera vida."

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas tuas palavras, sempre certeiras :)

      ...bah, mas que a confusão seja q.b. e racional eheheh

      Beijinhos

      Eliminar
  7. Pensa assim: nem toda a gente tem a mesma capacidade de se doar, talvez não sofras tanto...
    Digo eu, que não entendo nada disto.

    Jinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, há pessoas que são mais fechadas o que não significa que não gostem do outro...

      Beijinhos

      Eliminar
  8. Infelizmente também comecei a sentir o medo de ser rejeitada, de ser mal interpretada, de voltar a sofrer, (...)por várias situações pessoais. Criei vários anticorpos em minha defesa, mas continuo a pensar que "vale mais arriscar e avançar do que não fazer nada".
    A vida é feita de riscos, e se depois, correr mal, acontece o que mencionas (e muito bem nas últimas cinco frases) acabamos na angustica, a questionar porque nos demos em execesso de nós... O que interesa é sermos nós próprios, sem máscaras. Quem fica a perder é quem não percebe.
    Aspessoas genuínas são as que mais sofrem...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. A complexidade da nossa mente rotula tudo o que sentimos...às vezes esforço-me por não pensar tanto e acredita que é um mundo novo que tenho para explorar...
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tenho de explorar esse mundo que citas...

      beijinhos

      Eliminar
  10. Não tenho medo da verdade, mas apenas da mentira.
    terminaste com chave de ouro

    ResponderEliminar
  11. No mundo dos afetos, muitas vezes nos deparamos com contradições ou sentimentos antitéticos, mas é isso que dá a beleza, a inquietação, a tranquilidade, o medo e a coragem a quem ama em pleno e qualquer que seja o tipo de Amor.
    Não devemos recear o amor...ainda e sempre o que nos faz feliz!

    ResponderEliminar
  12. Sei exactamente o que sentes. Esse medo é natural, só temos de ter cuidado para que ele não nos impeça de viver. (olha quem fala, né? :s)
    beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O lema é esse: viver, com o menor medo possível!! :)

      Joquinhas

      Eliminar
  13. Não somos todos assim? Que atire a primeira pedra quem nunca sofreu por amor ou uma rejeição.

    Ou até o contrário. Por vezes somos que nós magoamos, mesmo sem querer.

    Só temos que olhar em frente e pensar que para a próxima vai correr bem..E não ter medo. Nem de viver, nem de arriscar.

    O medo tolda-nos os pensamentos e as atitudes. Deixa-nos mais cegos que o amor. E não queremos isso, right?

    ResponderEliminar