quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Diferente perspectiva, consoante o que se é!

Após um longo tempo sem se verem, duas distintas amigas encontram-se.

Pergunta uma à outra:
- Como vão os teus dois filhos, a Rosa e o Francisco?
Resposta:
- Ah querida, a Rosa casou-se bem, tem um marido maravilhoso. É ele que se levanta de madrugada para trocar as fraldas do meu netinho, que faz o café da manhã, que arruma a casa, que lava a louça, que recolhe o lixo, que ajuda nas limpezas. Só depois é que sai para trabalhar, em silêncio, para não acordar a minha filha. É um amor de genro!

De novo a amiga:
- Que bom! E o seu filho? Também casou?
Resposta:
- Casou sim, mas coitado dele...casou-se mal! Imagina que ele tem que se levantar de madrugada para trocar as fraldas da minha netinha, que fazer o café da manhã, que arrumar a casa, que lavar a louça, que recolher o lixo e ainda ajudar nas limpezas. Depois disto, ainda sai para trabalhar, em silêncio, para sustentar a preguiçosa, a vagabunda, porca nojenta e mal agradecida da minha nora.


(ser mãe é uma coisa, ser sogra é outra)

40 comentários:

  1. Normalmente é sempre assim.
    Tem a sua piada, como duas situações iguais, são tão diferentes aos olhos da mãe/sogra.

    ResponderEliminar
  2. Ui... esse teu parêntesis diz tudo, sem dúvida, ND!

    Quanto à questão da perspectiva é bem mais lata e, quanto a mim, muito interessante. Tenho um post escrito há uma data de dias sobre isso e ainda não consegui partilhá-lo com a malta...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para ti não será fácil...não queria estar no teu papel de nora...ahahah :P

      Eliminar
  3. Amigo até li em voz alta aqui na sala para as minhas filhas ouvirem.
    É que elas sabem que eu penso o mesmo, foi risota geral.
    As sogras adoram os genros e não morrem de amores pelas noras.
    Eu vou ter três genros, estou mesmo contente:))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eheheheheh...bem, fico mais descansado: não vá, por acaso, ser teu genro ahahahahahah

      Eliminar
  4. Vou "seguir-te" para não ter de andar sempre à tua procura, há blogs que já não passamos sem eles.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que responsabilidade me estás a dar...opah, olha que isto é uma tascazita, sem grande jeito LOL

      Eliminar
  5. Olha, olha, ando aqui à procura do botão "seguir este blog" e não encontro :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar não tem :(
      E também percebo pouco disto :(
      Olha, adiciona o link aos favoritos, como eu faço eheheh

      Eliminar
    2. Vamos lá ver se fiz bem feito...agora vou aguardar que apareças :))

      Eliminar
    3. Se não aparecer, procurem-me a partir do décimo dia...eheheh

      Eliminar
  6. Muito divertido!

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Demais... Ainda me estou a rir!! A história aconteceu mesmo? Será que a senhora deu conta daquilo que disse?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acontece todos os dias, numa qualquer casa portuguesa eheheh

      Defender e querer o bem dos filhos é caracteristica das mães :)

      Eliminar
  8. Ehehheeh o que me ri agora. Um dia vou ter uma nora, mas acho que não tinha descaramento de dizer tal coisa também não penso daquela forma. Como nora também acho que não diziam isto de mim, mas sei lá!!:D
    Vou adicionar-te aos favoritos Gostei do Blog:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando uma sogra vê uma nora a levar o seu filhinho é um drama...eheheheh (ai essas tuas costas Sorriso...LOL...brincadeira) :P

      Olha que isto é uma mera e pequena taberna :)

      Eliminar
    2. Esclarecimento: quando exclamei: ai essas tuas costas, referia-me ao facto de, enquanto nora, teres umas costas largas para ouvir o que não queres da sogra...lol (pura brincadeira)

      Eliminar
    3. Olha ,de certo modo já tenho uma nora e até já me levou o filhinho eheheh.. Mas deixa que na verdade tenho de manter sempre as costas largas tens razão, vamos ver se consigo..:P

      Eliminar
    4. Ah, então...quer dizer...é daquelas que roga pragas à nora?? LOOOOLLLLL :P

      Eliminar
  9. eu vou ser uma sogra do piorrrrrrrrrrrr loooooooooooolll

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito! Quem te levar o mini tem de o tratar como um rei...senão, ñem lhe tocam né? eheheh

      Eliminar
    2. Infelizmente não poderei evitar que ele se magoe no caminho dele.....mas posso rosnar as bandidas não posso????????? ehehheheheh

      Eliminar
    3. Nos entretantos, vais ser mãe de uma menina e não resmungas com as noras :)

      Eliminar
    4. nao ND.... isso é altamente...improvavel........... :(

      Eliminar
    5. Se for possível, nunca digas nunca :)

      Eliminar
  10. É o velho síndrome das sogras e das noras. :)
    Beijos
    H.

    ResponderEliminar
  11. Muito giro e uma realidade.
    É verdade que as sogras adoram os genros. A minha mãe adora o meu cunhado e tb o meu ex-namorado. A comidinha para eles tinha que ser sp o que eles gostavam.
    Agora as sogras bem que tentam agradar às noras, mas acabam por se espalhar ao comprido quando falam. Infelizmente tive uma relação não muito fácil com a passada-sogra, e n era por ela, mas pelo marido que a picava e ela é que falava... Tenho histórias hilariantes e loucas dignas de um filme. Disseram-me tanta coisa, mas nunca duvidaram que tratava bem o filho pq nisso sou uma autêntica dona de casa.

    Um dia ainda hei-de escrever o que ela e ele me disseram. É que conseguiram bater no meu ponto fraco desde o primeiro dia e aidan tentei, tentei... Agora até tenho pena da senhora por ter o marido neurótico que tem e um filho que esqueceu a vida dele e voltou à adolescência. Uma longa história... :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como vês, o gosto que a tua eventual-futura-ex-sogra sentia por ti é o mesmo de tantas outras, portanto não fiques incomodada eheheh

      És uma dona de casa? Epah, o meu sonho é arranjar uma mulher consevadora...manda-me o resto do currículo hihihi

      Eliminar
  12. Ahahhaa... Não tenho cv's desses. ;P
    Mas sim, como vivi ainda em Lisboa, ficava lá semanas, dias qdo estava em casa dele andava sp a arrumar, limpar, passar a ferro coisas que muitas não gostam e agora eu detesto pq é o q faço diariamente e estou cansada de andar sp a arrumar. Isto é mania de família. E mais, sei cozinhar bem! Eheheh. :D

    N sou conservadora. Simplesmente sou assim por Natureza.
    És mais um homem que procura rapariga para tratar bem de ti, ser "uma lady em casa e uma louca na cama?" Ahahaahhaa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. basta-me ser uma "lady em casa" :P

      Eliminar
    2. Então queres alguém que te faça tudo! Contrata uma dona de casa. :D

      Eliminar
    3. Nada disso! Partilharemos tarefas: ela cozinha, eu como; ela limpa, eu sujo; ela lava, eu visto...eheheh

      ...Sabes que em tempos estive para ir para padre...teria tido mais sorte, porque todos têm a tal dona de casa...e o afilhado LOOL

      Eliminar
    4. Isso comigo n funciona. Faço eu, fazes tu tb! Embora às vezes queira "arredar as pedrinhas" para a outra pessoa n fazer. Mas neste momento de saturação, n tenho essa paciência. Agora gostava de ter eras uma varinha de condão para arrumar tudo! Sempre sonhei com isso desde pequena. Aparecer tudo feito, como as limpezas em casa pq n gosto de sujidades em casa...

      Para padre? Muito contas!!! Olha vidinha de padre. É mesmo uma vida santa!! Já estou a ver que está aí um desejo recalcado... ;P

      Eliminar
    5. Bah, estava a exagerar, até porque fui habituado a limpezas domésticas :) ...mas admito que não sei cozinhar.

      Também acho :P

      Eliminar
    6. Achas que tens um desejo recalcado em relação a ser padre? ;)

      Eliminar