terça-feira, 28 de maio de 2013

Será?


"O amor é tão arrogante que não aceita virar amizade"
(Fabrício Carpinejar)

35 comentários:

  1. Não culpem o amor, até porque amizade é uma forma diferente de amar...

    São as pessoas que não aceitam a transformação do amor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O amor e a amizade são meras vitimas do egoísmo e crueldade do ser humano...

      Eliminar
  2. Na minha modesta opinião, não é bem assim. Tu sabes, já leste. Agora a ti, acho que se adequa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas uma coisa é o pós-fim de namoro, outra é amar e ser conjuntamente amigo...

      Eliminar
  3. eu não concordo, até porque depende da relação... no meu caso, fico sempre amiga dos meus ex namorados e nunca houve stress por causa disso. ;) e acho estranho as pessoas depois de namorarem tanto tempo, deixarem de se falar. não achas? porquê que isso acontece?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No meu entendimento, a frase não se refere apenas a términos de relações amorosas...julgo que a questão é mais profunda: amar e ser amigo!!!

      Se o fim for bruto, poderá ser dificil gerir um qualquer relacionamento posterior, mas nada que o tempo não cure. Até porque, a quem partilhou muitos anos de vida terá ficado algo de bom, mas depende de situação para siatuação e da forma como é gerida.

      Eliminar
  4. Concordo plenamente. Enquanto há Amor, é muito complicado haver só amizade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também julgo serem vivências diferentes.

      Eliminar
  5. Se for verdadeiro na acepção da palavra esse problema não se põe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um amor pode ser um amigo, queres tu dizer.

      Eliminar
  6. A realidade é que uma amizade pode virar amor, agora um amor virar amizade... já não sei... pode existir cordealidade, amizade não acredito.

    ResponderEliminar
  7. Ouve lá, por que raio tens moderador de comentários, agora, hein?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque isto da blogo é perigoso...e eu sou um medriquinhas!! hihihi

      Eliminar
  8. Depois de um grande amor, virar amizade, acho estranho também... Comigo não sei se funcionaria...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No fim de um grande amor também acho complicado que exista amizade na verdadeira acepção do termo...
      E durante um grande amor??

      Eliminar
  9. Eu não julgo ninguém. No meu caso não sou amiga de nenhum ex namorado.

    Agora...MorMeu é o meu melhor amigo;)...explica tu.

    jinhosssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebi!!
      No teu caso, o teu amor é o teu melhor amigo.
      Mas será sempre assim?

      Eliminar
    2. Mais uma para a estatística. O legítimo é o meu melhor amigo.

      Eliminar
  10. Na minha perspectiva, a amizade será sempre mas sempre o pilar, o resultado que daí advém, depende da forma como os intervenientes fazem a gestão da relação.
    Se essa relação for gregária e obsessiva, então o final do amor nunca aceitará uma amizade o que é uma pena, porque a amizade é sempre mais resistente que o amor, penso eu de que... :)
    Beijo

    ResponderEliminar
  11. Dependerá sempre da arrongância dos ex-amantes! Pessolamente acho possível que o amor se transforme em amizade, não chega a ser uma transformação, porque para mim não há amor (verdadeiro) se não estiver assente em amizade.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também acho que é possível. Aliás, desejável ;-)

      Beijinhos

      Eliminar
  12. Hum. Se nos estivermos a referir a casais recém separados, concordo, porque dificilmente vão ser amigos como antes. Pode haver cordialidade, podem até dar-se bem mas daí a contar tudo um ao outro, não me parece.
    Se nos estivermos a referir a casais que estejam juntos, acho que o amor não fará sentido sem a amizade. Acho que se os membros de um casal não forem amigos, a relação basear-se-á apenas em sexo. Porque o amor é a junção da atracção física, do querer estar com o outro, com a amizade, com a ajuda mútua, com a partilha, com o carinho. É tudo isso junto que faz o amor, ou pelo menos, para mim, o amor não fará sentido de outra forma. E secalhar é por isso que estou solteira. LOL

    beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho desta tua opinião.
      Ser solteiro não é defeito...eu que o diga :p
      Beijinhos

      Eliminar
  13. Um amor quanto a mim é sempre um grande amigo. E sei que ter um amor não é impeditivo, nem pode ser ,de ter grandes amigos. Agora se, um amor depois de acabado, pode passar a ser só um grande amigo , parece-me dificil, mas de facto também acho que é errado ajuizar sobre o que não se vivenciou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada caso é um caso é tudo depende como as partes gerem a relação ou o seu fim :)

      Eliminar
  14. Como na minha concepção de amor há lugar para a amizade fica difícil comentar a frase...

    Mas adequando a concepção de amor mais generalista à frase concordo.

    Quando o "amor" quer mais, é narcisista, quer tudo só para ele não fica espaço para a amizade! Há quem não consiga ser amigo de uma pessoa por quem se apaixonou e não é correspondido por exemplo, e de certo modo entendo isso. Ainda que nunca tenha experimentado essa situação.
    Para compensar vivi outra milhentas vezes mais complexa :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um tema muito subjectivo e deve ser gerido caso a caso.
      Haverá exemplos para todos os gostos :)

      Tudo o que toque com afectos/sentimentos é sempre muito complexo e dificil de gerir.
      Solução: cabeça fria, bom senso, educação e respeito...mas não é fácil utilizar esta formula mágica, não!! :)

      Eliminar