quinta-feira, 25 de abril de 2013

Liberdade!

Liberdade, palavra  simples de proferir, mas com significado enorme.
Hoje vivenciei a liberdade e significou tão pouco.
Nunca me tinha acontecido!
Com a liberdade transporto a alma e o pensamento...e, hoje, também transportei um molho de bróculos!
Sou dono da minha liberdade, mas tenho-me esquecido que esta tem limites.
Sim, a minha liberdade termina com o inicio da liberdade do outro.
Tenho sido livre e isso liberta-me.A liberdade leva-me a libertar.
Hoje, a minha liberdade acabou, para ceder à tua!
Tens a tua liberdade!
És livre para viver em paz!

12 comentários:

  1. Hoje foi o princípio das vossas liberdades, lol.
    Pois eu não sou uma mulher livre e isso é da minha vontade.
    Estou presa por amor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És uma mulher livre, sim, mas com as tais limitações...no teu caso, essas limitações são muito boas :)

      Eliminar
  2. e eu tal com a amiga da onça. estou presa por vontade própria, estou presa por amor e é nessa prisão que encontro a minha liberdade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bom saber que ainda existe muita gente livre, mas presa ao amor...faz-nos acreditar que o amor não é utopia :)

      Eliminar
  3. Ahahah eu também estou presa ao amor!! Ahahaha

    ResponderEliminar
  4. Não há nada como a liberdade!
    De pensamento e de espírito principalmente..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...mas pode trazer dissabores se abusarmos dela ;)

      Eliminar
  5. apesar de tudo, ainda bem que somos livres!

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito deste teu "grito" sobre a liberdade.
    Deixo-te esta citação que me ocorre sempre que se aborda este tema.
    "A minha liberdade não deve procurar captar o ser, mas desvendá-lo."
    S. Beauvoir
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas que o desvendemos da melhor forma...
      Jocas

      Eliminar